HISTÓRICO DA OCUPAÇÃO

Os impactos culturais gerados a partir das redes do Gomeia podem também ser entendidos como vetores capazes de estimular novos espaços compartilhados pela Baixada Fluminense, assim como é um estímulo à produção cultural, pois o Gomeia também vai abrigar pequenas produções artísticas e culturais, num teatro de bolso ao mesmo tempo que espaço de convivência, para fruição estética e formação, entre outros, abertos, claro, para o público em geral.

O Gomeia Galpão Criativo é uma marca criada para que esse grupo (e outros empreendimentos que irão ser selecionados) ocupasse um espaço que não estava disponível por falta de reformas estruturais: o galpão não tinha telhado, precisava de reformas mínimas em hidráulica e elétrica, estruturação básica de banheiros e cozinha. Dessa forma, esses primeiros empreendimentos lançaram em setembro de 2015 uma campanha de financiamento coletivo através da plataforma Benfeitoria, na qual o projeto ganhou força, visibilidade e apoio de mais de 250 colaboradores que acreditaram na proposta e fizeram batermos a meta estipulada em 29 mil!

Em dezembro de 2015 as obras e reformas tiveram seu início, a Popular Arquitetura desenhou o projeto inicial de ocupação junto aos empreendimentos e a outros coletivos de arquitetura parceiros, onde pensamos o espaço a muitas mãos, com o conforto mínimo e a instalação de nossos empreendimentos e recursos sem ferirmos o meio ambiente e a comunidade ao redor.